Foram muitas as vezes que ouvi essa pergunta quando resolvemos montar A Bela do Dia. Tudo isso porque muita gente achava loucura nosso plano de fazer todas as entregas via bicicletas.

Com raiva e vermelha, como fico quando ouço argumentos ridículos, eu tentava explicar que sabia que São Paulo estava longe de ser qualquer cidade da Europa, mas que se a gente se limitasse a reclamar ao invés de tentar mudar, as distâncias só iam ficar cada vez maiores.

Desde que começamos até agora, ou seja, no último um ano e meio, a mentalidade dos paulistanos já mudou pra caramba e a cada dia que passa,  vemos as ruas com mais e mais ciclistas que usam a bicicleta como meio de transporte. Não só isso, como todos os novos quilômetros de ciclovia que estão chegando. 

Mas enquanto muitos paulistanos já enxergaram, outros aproveitaram a oportunidade para demonstrar sua cegueira. E acham que a ciclovia só veio para atrapalhar suas vidas, sua entrega do carro ao valet, em frente ao restaurante.

Acompanhando toda essa discussão, acabei de descobrir esse vídeo, já antigo, que mostra as mudanças que Amsterdam passou até chegar no modelo de cidade cheio de ciclovias, como é hoje. 

Como São Paulo, Amsterdam também já foi totalmente "car oriented". Até que a crise econômica e a população viraram o jogo.

Além do vídeo, que vai abaixo, vale ler o texto em que encontrei-o, com pontos bem mais fundamentados contra esse argumento ridículo de que "São Paulo não é Amsterdam".



Comment